Notícias

O que são sistemas de monitoramento de aterramento?

Veja neste artigo o que são os sistemas de monitoramento de aterramento e entenda a importância dessa tecnologia na prevenção de acidentes e incidentes em transferência de fluidos.

O que é aterramento?

O que é aterramento?

Aterramento é qualquer operação de descarga elétrica no sentido sistema-terra em que há anulação do potencial elétrico do sistema.

Em outras palavras, é o efeito de dissipar cargas de eletricidade estática no solo.

Estas cargas podem se acumular com todo tipo de movimento de componentes em funcionamento tais como processos de bombeamento, motores em funcionamento, caldeiras e etc.

Quando existe um sistema de aterramento adequado em funcionamento, assegura-se que a eletricidade estática esteja sendo dissipada, eliminando a possibilidade de geração de faísca proveniente da aproximação de corpos com cargas de eletricidade estática diferentes, principalmente em Áreas Classificadas.

Um sistema de aterramento normalmente é composto por varas metálicas inseridas no solo e/ou malhas e fiações de diferentes materiais que transportam a energia dos pontos conectados ao zero Volt absoluto.

A ABNT determina que o aterramento ocorre quando há a menor diferença possível entre o valor zero Volt absoluto da “terra” e o valor do equipamento conectado ao sistema.

O aterramento elétrico está presente em diferentes locais, como casas, prédios, nas tomadas de três pinos e, claro, nas operações de carregamento de fluidos da indústria.

Leia também: Fluidos perigosos: entenda o que são e quais suas características

Diferença entre aterramento e equipotencialização

A equipotencialização ocorre quando um sistema fechado entra em equilíbrio elétrico. Por exemplo: uma máquina agrícola em operação no campo não pode sair de sua posição caso o combustível acabe.

Nesse caso, um caminhão de combustível precisa se deslocar até o local para abastecer o equipamento agrícola.

Contudo, as operações no campo podem carregar a máquina de energia potencial elétrica assim como o caminhão que levará combustível à esta máquina também acumulará sua carga estática.

Se conectarmos um cabo entre a carcaça do caminhão e a máquina agrícola, o sistema se equipotencializará, igualando a carga elétrica entre os dois equipamentos independente de qualquer conexão com o solo.

Já o aterramento depende de uma conexão por onde possa se conduzir estas cargas elétricas diretamente no solo, como um fio conectado à uma barra de cobre cravada na terra. Apenas no aterramento a máquina agrícola e o caminhão dissipariam a energia na terra.

O que são monitores de aterramento?

Os sistemas de monitoramento de aterramento contam com diferentes partes tais como Garra tipo Jacaré e Cabo Espiralado, para conexão do caminhão ao Sistema de Aterramento do terminal, e o monitor de aterramento que é o responsável por monitorar a operação e identificar sinais válidos de “terra” em caminhões-tanque, tambores, máquinas, mangotes, sempre efetuando o descarregamento da energia estática dos equipamentos e assegurando sua operação.

Monitor para sistemas de monitoramento de aterramento

Monitores de aterramento atuam por meio da verificação de conexão entre ponto A e ponto B (caminhão e sistema/plataforma, por exemplo) e detectam se a energia potencial elétrica/estática entre os corpos está devidamente equipotencializada e aterrada.

Através de uma placa lógica, o monitor envia um sinal elétrico intrinsicamente seguro para o equipamento e esse retorna equalizando assim o diferencial de potencial estático entre a máquina e o sistema, com segurança e sem possibilidades de geração de faíscas. Por essa razão os Monitores de Aterramento conseguem garantir que seu sistema esteja sempre conectado, em caso de rompimento do cabo ou mal fixação da garra jacaré o sistema não consegue retorno do sinal e portanto não permite o início de uma operação.

Monitores de aterramento possuem indicadores visuais de permissividade ou não permissividade e, por via de regra, está o tempo todo no modo “não permissivo” (vermelho), portanto não é possível iniciar um carregamento sem que o sistema esteja devidamente aterrado.

Monitor para sistemas de monitoramento de aterramento instalado Monitor para sistemas de monitoramento de aterramento instalado 2

Os monitores de aterramento resolvem o problema da falta de conhecimento sobre o estado de potencial elétrico do sistema caminhão-terminal e evitam acidentes.

Sistemas de monitoramento de aterramento devem ser self checking (auto verificadores e à prova de falhas), intertravados com alarmes e bloqueios. Ou seja, no momento de falha ou identificação de erro, manda um sinal para o sistema de aviso e toma uma ação imediata para evitar operações inseguras.

Como escolher um monitor para sistemas de monitoramento de aterramento

É fundamental que os sistemas de monitoramento de aterramento contem com certificação INMETRO para utilização em atmosferas explosivas (a prova de explosão).

Conclusão

Ficou interessado nos sistemas de monitoramento de aterramento?

Na TSPro você encontra sistemas de monitoramento de aterramento inteligentes compostos por monitores CIVACON 8030, ALPTEC SLA-S-Y-AT, Garras Jacaré em Alumínio e  Aço Inox com cabos espiralados, Garras Jacaré com Indicador de conexão de aterramento, caixas de junção, sistemas portáteis entre outros.

Possuímos além destes, todos equipamentos necessários para movimentação de fluidos para terminais-caminhão como Braços de carregamento, mangueiras industriais, sistemas de monitoramento de overfill, escadas pantográficas, tampas de captação de vapor e muito mais!

Leia também: O que são sistemas de monitoramento de overfill?

Compartilhar